Fique por dentro do Cursinho da Poli



Na mídia

Vestibulares e Enem



Em poucos meses, acontecerá o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e onda de vestibulares. Nesse ano, foi registrado 5,5 milhões de inscrições, de acordo com o Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Na prática, há pouco tempo de preparação antes das provas. Assim, surge a dúvida: será possível programar a revisão de tantos conteúdos? A resposta é um categórico “sim”.

Um dos segredos para ir bem nessa situação é mobilizar a sua rotina para alcançar bons resultados. Contudo, não adianta ficar muito tempo nos livros, privar sua noite de sono e se alimentar mal. Para a diretora pedagógica do Cursinho da Poli, Alessandra Venturi, o ponto crucial é a qualidade e não a quantidade. “O número de horas estudadas não define se um candidato vai passar”, afirma. 

Para a especialista, o primeiro passo a ser tomado, é apostar na organização e montar um cronograma. O ideal é criar uma espécie de tabela para o aluno ter mais facilidade de identificar, dentro de sua rotina, as horas disponíveis para ele se concentrar naquela tarefa e também para fazer outros afazeres. 

“É recomendado colocar todas as atividades da pessoa de segunda a domingo”, orienta Alessandra. “Nada pode ficar de fora: é para incluir o horário do almoço, da janta, do banho e até da noite de sono”. Essa grade será a base da sua elaboração para então separar os momentos de dedicação e de descansos. Contudo, cabe ao jovem preenchê-la de acordo com suas preferências e prioridades.

Laura Vieira se encontra na fase de se programar para esse momento. Para ela, o maior desafio é se manter concentrada, ainda mais quando está em casa. “Qualquer coisa pode te distrair, conversas, celular e computador. O primordial é ter um objetivo, pois assim, a determinação falará mais alto”, conta. 

Segundo Lisandra Thomé, coach de gestão e alta performance para o mercado jurídico, do Rio de Janeiro, ter foco e disciplina são decisivos. “Quando é feito um planejamento, é possível mensurar o desempenho e nível de preparação. Isso influencia na sua autoconfiança para fazer o exame”, afirma. 

Certamente, o candidato pode começar a se preparar e otimizar seu semestre para garantir uma vaga na universidade de seus sonhos! O Nube torce pelo seu sucesso!

Reportagem publicada no Portal Nube. Clique aqui para ver a original.

 


Voltar


Categorias em Destaque

Arquivo


Pesquise o que procura