Fique por dentro do Cursinho da Poli



Se liga

A história do vestibular no Brasil



A hora de passar pelo teste do vestibular ou do Enem é uma das mais desafiadoras e decisivas na vida de muitos estudantes brasileiros. O acesso ao Ensino Superior exige muita dedicação prévia, disciplina e foco. Mas você sabia que esse processo rigoroso pode ser considerado recente na história do país? Houve uma época em que só entravam na universidade os que cursavam colégios tradicionais.

O vestibular também foi transformado ao longo das décadas por dezenas de leis, decretos, portarias e resoluções. A seguir você confere uma linha do tempo com os principais marcos na história desses exames:

1808 - As primeiras instituições acadêmicas no Brasil foram criadas na época em que a família real portuguesa se estabeleceu no país. Para os estudantes ingressarem nos cursos, foram instituídos os exames preparatórios – o candidato precisava ter no mínimo 16 anos.

1837 - O ingresso nos cursos superiores passou a ser privilégio de colégios de elite.

1911 - O exame de admissão tornou-se obrigatório por lei. Naquela época, as faculdades realizavam os testes em duas etapas: a primeira era escrita e dissertativa, e a segunda, oral.

1915 - A palavra vestibular, que vem do latim vestibulum e significa entrada, surgiu quando os ensinos secundário e superior foram reorganizados. O exame passou a ser chamado assim por decreto nº 11530. 

1961 - A Lei de Diretrizes e Bases (LDB) permitiu que todos os cursos de grau médio possibilitassem a entrada no Ensino Superior. Surgiram os cursinhos pré-vestibulares e as universidades particulares começaram a se propagar.

1964 - Professores criaram, entre outras, a Fundação Carlos Chagas para seleção dos candidatos a vestibulares de São Paulo, como o da USP. Os exames ganham questões de múltipla escolha, processadas em computadores.

1968 - Foi criada a Lei n. 5540 que passa a instituir o sistema classificatório por nota máxima, para resolver a questão dos candidatos excedentes.

1970 - Foi criada a Comissão Nacional do Vestibular Unificado, para organizar o sistema no país.

1976 - Surge a Fuvest para unificar o processo de entrada na USP, Unesp e Unicamp, o que ocorreu até 1983.

1994 - A Fuvest inclui questões de Conhecimentos Gerais. A primeira fase passa a ser eliminatória.

1996 - Instaura-se a nova Lei de Diretrizes e Bases. O ingresso ao Ensino Superior passa a ser feito via processo seletivo a critério de cada instituição.

1998 - Foi criado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), prova realizada pelo Ministério da Educação para avaliar a qualidade do Ensino Médio que, alguns anos depois, passa a servir também como instrumento de acesso ao Ensino Superior.


Voltar


Categorias em Destaque

Arquivo


Pesquise o que procura